domingo, dezembro 30, 2007

Vento


Estou em casa e olho-te no ar leve da manhã. Procuro-te no horizonte e não te vendo saio. Sigo pelo chão calcado da estrada onde levantas o pó e brincas com as folhas secas. Prossigo, sei que estás próxima e ouço a tua voz por entre as árvores. Ris, foges, serpenteias por entre os ramos. Eu não desisto, corro e julgo-me mais perto. Páras, escondes-te em cada fraga e calas-te. Ouço o meu respirar ofegante e tu voltas para me tentar. Afagas-me a face e passas-me por cima. Abro os braços e fecho os olhos, tento agarrar-te com as mãos abertas e escapas-me por entre os dedos como se não exitissem. Sei que nunca te vou agarrar, sei que não mais te vou apertar, mas sei que sempre que sair por essa estrada te sentirei como brisa quente a beijar o meu rosto e talvez por isso tenha uma dúvida que não é mais que uma reconfortante certeza...
Será que tocar com as mãos é melhor que sentir com o coração?

10 comentários:

Um Momento disse...

E assim nos toca a alma e sentimos com o coração
Vento que sopra aos nossos ouvidos
segredos guardados em tesouros encantados


Beijo-te
(*)

lu maga disse...

A linguagem do amor tem muitas expressões e caminhos que só alguns percorrem...Às vezes é escrita na pele, outras no vento, até há quem faça poesia numa lágrima...Mas quando alguem nos abraça o coração, nada nem ninguem apaga o sinal...
Esse é o tesouro que só alguns são capazes de perceber!*

kakauzinha disse...

Podemos receber carinho, amor, com um olhar, uma palavra, uma linha, será sempre um calor vindo do coração.

Um beijo terno(*)

Manuela disse...

primeiro sentes com o coração e depois tens a vontade de tocar...
Mas o que o coração sente é o mais importante.

maria disse...

Sabes que também eu tenho uma certeza! As tuas mãos tocam...nas palavras ditas e caladas, nestes acordes por vezes silenciados nestas imagens...
numa dança de perfeitas
sinestesias !!
E sempre que aqui venho espreitar, o meu coração abre-se neste toque das tuas mãos genuinas...
AQUI...impossível não sentir...

maria disse...

P.s. esqueci-me de assinar o meu comentário!!!

mariasilvestre

poetaeusou . . . disse...

*
um vendaval de saúde,
em tempestade
de amizade e carinho,
num mar sereno,
de vagas de benquerenças,
para 2008,
transportadas
no bico de uma gaivota,
<<<<>>>>
aloés de beijos,
desta nazaré, hoje,
linda !!! linda !!! linda !!!
,,,
poetaeusou . . .
*

Mi... disse...

Soprando um beijo a 2007, sorrio a 2008 para que te traga tudo de MUITO BOM

De coração assim o desejo

Beijo sentido e abraçando a Esperança de dias melhores

Bom Ano NOVO!

***

MADRUGADA... disse...

Excelente blog!...

Os meus parabéns.

Francis disse...

A ternura dos 40 é logo ali ao virar da esquina.
Feliz Ano Novo, amigo.
Que a tua estrela brilhe intensamente e ti aos teus!
:-)