terça-feira, novembro 14, 2006

Olá

Bem-vindo ao meu mundo!

Que sejas muito bem-vindo a este espaço.
Ele reflete um mundo cinzento, que é o meu, mas que tem pinceladas de cores fortes e vivas. Tem por vezes em si a intensidade do vermelho paixão, a serenidade do azul céu e a força verde do mar.
Espero que não vejas apenas o negro que me escurece os dias, mas que compreendas que é a sua presença que permite o contraste com todas as cores que povoam a minha vida, e que é esse negro que faz com que estes traços de luz pareçam tão poderosos.

Por vezes sinto-me mal ao expôr perante todos, sentimentos e sensações que talvez façam sentir tristeza. Não é meu objectivo fazer sofrer ninguém, nem criar desconforto em quem quer que seja. Muito menos despertar sentimentos de pena.
É precisamente o contrário que quero provocar. Quero que quem me lê sinta vontade de viver a vida enquanto ela faz sentido. Quero que compreendam que ela nos desafia todos os dias para um combate por vezes desigual que temos que vencer, e que não vale a pena entrar nele de lágrimas nos olhos.

Escrevo hoje, especialmente para ti que visitas este blog. Escrevo-te para que não sintas um aperto no coração de cada vez que por cá passas. Espero que compreendas que este espaço é um local de desabafo, de comunicação, de partilha e de testemunho pessoal, e não mais que isso.
Todas as pessoas que me lêem sabem que nas suas vidas existem zonas escuras e áreas luminosas. Em todos nós há algo que nos escurece os dias, mas que temos a obrigação de pintar de fresco diáriamente. As paredes das nossas vidas nem sempre são o que queremos que sejam e temos que cuidar delas para que sejam o reflexo do nosso interior. Temos que sentir que em cada pincelada que lhes dámos elas ficam mais agradáveis e acolhedoras e temos que abrir janelas para que o ar que nos enche a casa não fique viciado, mas que se renove constantemente.

Espero que percebas que o meu objectivo é mostrar a todos, (inclusivé a mim), que o fundamental é o amor.
Na minha vida, um dia surgiu uma encruzilhada. Por um lado o escuro do sofrimento, e por outro o amor e a luz.
Escolhi amar, e hoje posso dizer que não haverá dor que me derrube, pois o amor é mais forte que todas as feridas e que todas as dores.
Em mim, como é compreensível, a saudade é constante, a revolta é enorme, o aperto é imenso, mas felizmente o amor é eterno.

4 comentários:

cloinca disse...

Sabes uma coisa Alberto?
Para mim entrar aqui é uma lufada de ar fresco... porque as tuas palavras transmitem precisamente isso: amor!!
As lágrimas por vezes rolam pela face, pela intensidade das tuas palavras... não por pena ou tristeza.
Eu e o Carlos temos razões de sobra para nos lamentarmos e "chorar pelos cantos"... e no entanto fazemos da nossa vida um hino ao amor, tentamos ver sempre as coisas pelo lado colorido e positivo da situação... mesmo por vezes tendo que percorrer caminhos mais escuros...
Fernando Pessoa disse um dia "Pedras no caminho? Recolho-as todas... um dia construirei um castelo!"... quando li o teu último post foi isso que senti... Que recolhes as pedras do teu caminho, que devagar constrois o teu castelo...
E que bonito está a ficar!!
:)
Um beijinho colorido para ti,
Cláudia

lu maga disse...

Felizmente o amor é eterno...E é expresso com pinceladas múltiplas de cores fortes que se espalham em clarões de luz.As sombras que a tristeza semeia, tornaram-se para ti ,no pano de fundo que contrasta com a tela rica do teu mundo interno...
Continua a expôr-te ,e não tenhas medo da força das tuas emoções.Às vezes, é importante aprendermos as lições do vento e soprarmos livres como brisa ou como tempestade, animados pela energia invísivel que pulsa do coração...
E a tua energia faz-nos muito bem!!

Celi disse...

=)Muito mais do que seres alto, és grande!

cmagoa disse...

Chefe desculpe a pobreza das minhas palavras mas nem todos temos a sorte de ter o don que Deus lhe deu para escrever coisas tao lindas.
Sei que nao pode ser facil ver os dias a passar sem alguem que nos faz tao feliz ao nosso lado mas ha quem nunca tenha tido a sorte de ter tido uma "estrelinha" a brilhar tao forte e com tanta luz como a sua brilha,por muito que tenham ou façam nunca vao sentir o verdadeiro amor eterno de que fala.
Ja agora posso fazer-lhe um desafio?eu sei que sim,o chefe ate gosta disso,que tal dar-nos o prazer de ler algo sobre o "sol" lindo que tem ao seu lado.
Parabens,as suas palavras tao fortes e cheias de amor fizeram-me ser ainda uma mae mais agradecida e orgulhosa da minha cria.Obrigado