quinta-feira, novembro 29, 2007

Pó...

Teu nome nas estrelas escrevi
E no seu pó me alimento
Em cadências incertas de silêncios e de surdos sons
Abafados entre batidas ritmadas e urros imensos
Sinto-te aqui como sempre
Intensa
Sempre colada ao mais íntimo de mim
Sempre como pedaço de vida
Pedaço de alegria
Pedaço de quem te ama

Cristal de amor
És o brilho nas estrelas
A luz no céu
O ar que do mar sopra
A força que segura
E por isso ainda que só o teu brilho possa ver agora
Será esse que me marcará o caminho até ti

AMO-TE ESTRELINHA!!!

8 comentários:

Um Momento disse...

Escrita mais bela
Com palavras do coração
Pedaços que se unem
No calor da emoção
Cristal de sentires
Em que brota cada letrinha de Seu nome
Numa Luz que abraça o universo inteiro
Alimentando de Amor
Toda a sua imensidão
Estrelinha que brilhas
Indicando o caminho do sorriso
Da alegria,da paixão
A quem a Ti te olha,te sente
A Ti,em toda uma enorme emoção


Sopro eu um beijo a ti...
Ao teu coração
(*)

Rui Caetano disse...

A imagem é um mimo, o infinito, a cor da utopia verdadeira inalcansável. E as palavras muito profundas.

lu maga disse...

O pó das estrelas faz parte de nós...Somos todos feitos do mesmo material.É por isso que mesmo que as estrelas nos pareçam tão longe, sentimos as vibrações com que nos brindam...A estrelinha está longe da vista, mas desenha corações no pó das nossas almas...Partilhamos a mesma galáxia de afecto!

beijo galáctico***

GarçaReal disse...

Lindo o poema e o amor à estrelinha
Adorei

bjgrande

Bom fim de semana

kakauzinha disse...

Estrelas que cintilam lá longe mas que nos envolvem no seu brilho, até ao instante em que, finalmente, as poderemos abraçar.

Beijinhos****

MEU DOCE AMOR disse...

N�o sei se j� c� vim.Mas gostei muito do teu cantinho.Palavras (poucas)mas maravilhosas.As fotos...a m�sica.

Como n�o h�-de brilhar essa Estrela?

Um beijinho doce

Bichodeconta disse...

Soberbo o poema, magnifica a foto que o ilustra..parabéns..um abraço, ell

kakauzinha disse...

Vim deixar-te um beijinho muito grande e sobretudo agradecer-te as palavras sinceras.

(*)