terça-feira, outubro 02, 2007

Criança


Hoje tenho que te confessar algo.

Hoje tenho um desejo bem forte e uma ambição bem definida.

Hoje quero ser criança!

Hoje decidi ser criança.
Quero sê-lo hoje e por mais mil anos, e não quero crescer nunca mais.
Quero olhar o mundo com olhos de curiosidade e beber imagens que me fazem aprender.

Hoje quero enfrentar o mundo
com um sentir confiante em mim e um acreditar nos outros.
Hoje quero oferecer-te flores que colhi da terra e que traze
m com elas o orvalho da manhã, essas gotas puras e brilhantes que nos fazem voar quando na sua luz mergulhamos. Gotas que pousam nessas flores que nascem sem nada nos pedir.

Hoje quero sentir, sonhar, viver, correr, brincar e rir como se não houvesse amanhã, ou como se o amanhã fosse feito de amigos, lanches, brincadeiras e gargalhadas.


Hoje eu quero ser criança e quero-te para brincares comigo!
A ti.
Principalmente a ti!

Que companhia querias que escolhesse?

Claro que só podias ser tu, quem mais
poderia ser?

Queres brincar comigo?

É que eu adoro ser teu amigo!

9 comentários:

Um Momento disse...

Hum...
E eu que sempre adorei ser criança
Talvez por isso leve a vida mais vezes a brincar , a sorrir...
Também ás vezes uma lágrima a cair...
De felicidade pelos amigos,pelas sementes plantadas, pelas flores nascidas e crescidas, pela cor da vida ...
Olha...senta aqui...
Vamos fazer um buraco na terra...
Vês esta semente?
É a semente da Amizade...
Vamos colocar ali uma piquinina...
Vais ver que com o tempo ela vai ficar forte, enorme...
É outono eu sei...
Mas protegemos ela com o carinho,
Com o nosso sorriso,fazemos de abrigo nas tempestades,iluminamos essa sementinha em dias de nevoeiro com o brilho do nosso olhar,a adubamos com o amor que habita no nosso coração...e sim ...ficará forte para resistir ao mais duro Inverno:))
Opsssss... era para brincar:)))
E eu aqui a falar a sério!!
Anda daí, vamos brincar , sorrir saltar!!!
Tráz a bola , as raquetes ,o chapéu de chuva:D
Está a chover a Potes!!!
Ou então aquele fato impermeável, as galochas
Ihiihihi
Anda daí...
Sabes... é que eu também ADORO ser tua AMIGA
Beijo Sentido...
Abraço bem abraçado...Em Ti
Obrigada por Existires
meu Querido Amigo
(*)

Um Momento disse...

Esqueci uma coisa importantissima...
Estes olhares..., estes rostos, aquelas mãozinhas com aquelas simples e belas flores...
Adorei...são imagens simplesmente BELAS!!

Beijo Imenso...em TI
(*)

lu maga disse...

Às vezes estar contigo é regressar à infância, descobrir recantos de florestas mágicas e correr loucamente à procura do país onde o sol dorme...
Brinca leãozinho, brinca!

Beijinhos com sabor a pipocas!

maria disse...

Que olhinhos lindos!!
Tão doces...
Um beijinho de mel p'ra todas as crianças do mundo!!!!

Msilvestre

Simplesmente... eu! disse...

É bom ser criança... levar tudo na brincadeira.
Ser adulto perde todo o encanto, a sorte é que cresci, mas não deixei de ser criança.:)
Beijinho e boa semana

kakauzinha disse...

Por alguma razão se diz que nunca deveremos deixar de ser um pouco crianças. E é tão bom poder confiar e acreditar, exactamente quando o fazíamos quando éramos tão inocentes!

Mas ainda podemos fazer tudo isso, deveremos sempre, porque se o deixarmos de fazer deixamos de acreditar nos sentimentos e no que também somos capazes de dar.

Beijinhos, sorrisos*****:))))))

Bichodeconta disse...

OLHAR ESTES ROSTOS DE CRIANÇA FAZ-ME PENSAR, PORQUE SE FAZEM MALDADES Á HUMANIDADE E SOBRETUDO ÁS CRIANÇAS INDEFESAS E INOCENTES.. LINDOS E DOCES SORRISOS, DEIXA-ME ENTRAR NO JOGO DA CABRA CEGA, TAMBÉM EU QUERO BRINCAR E EM CADA DIA ME RECUSO A DEIXAR DE SER CRIANÇA..UM ABRAÇO, ELL

SunRise disse...

Hoje eu também quero ser criança, e brincar, rodopiar na chuva, sujar-me de lama. Hoje sou criança!!

Beijos

Triguinha disse...

Holla!

Tenho 14 anos, mas os meus colegas consideram-me criança q.b. Talvez por ser muito sonhadora, e por não gostar muito de falar de coisas da actualidade (política? esqueçam!). Tenho saudades do tempo em que era criança mesmo, nos meus 6 aninhos, e a vida na escola era a brincar, não tinha tarefas, não tinha deveres. Se fazia alguma asneira, desculpavam-me: é pequenina, não sabe o que faz! Achavam-me uma menina linda, e fofinha.
Bons velhos tempos...
Mas, por outro lado, ser uma adolescente também tem vantagens! Passamos a ser consideradas gente, e a ter uma chave de casa (um pequeno aparte, eu só tenho a chave do portão, e é desde ontem!), passamos a poder sair sozinhos, a fazer com que confiem em nós.
Mas ainda hoje penso que gostaria de voltar atrás no tempo, para ter aquela despreocupação ao saber que alguém faria as tarefas que mais tarde seriam minhas... Mas, por outro lado, as crianças de hoje já se acham adultas, e na escola todos os professores se queixam da má criação e da falta de respeito, mesmo nos mais velhos. Já é raro encontrar crianças como as do meu tempo ("como as do meu tempo"? Credo! Estou a ficar senil!), dóceis, fofas, amigas....

Beijos
Triguinha

www.triguinha.blogspot.com