terça-feira, outubro 09, 2007

Amor

Hoje venho aqui porque como de costume estou aflito, estou apertado, vivo no fio da navalha, mas como sempre acontece nestas alturas só me ocorre uma única coisa para te dizer...
Dizer que te amo, dizer que sinto a tua falta, dizer que não sei viver sem ti. Que não me apetece fazer o teu luto, que não me apetece esquecer que partiste, e que não me apetece deixar de sofrer por me faltares, que preciso da tua presença em mim, que tenho necessidade de te sentir.
Não me apetece largar a tua mão quente que sempre preecherá a minha.
Essa é a minha razão de existir, estou agarrado a ti e sempre estarei.
Pode parecer estranho aos que passam por mim na vida que assim seja, mas essa é mesmo a energia que me faz lutar hoje para que haja amanhã em mim.
Acho que nasci para te conhecer e acho que o que faço agora na minha vida é só viver para te recordar e para te amar mais ainda.
Tento todos os dias, mesmo depois de saires deste mundo estranho, amar-te, proteger-te, guiar-te, ainda que sejas tu que fazes tudo isso... E tenho uma coisa a partilhar contigo princesa da lua, tenho uma coisa que não me canso de apregoar...
A mais verdadeira, a mais sentida, a mais importante...
A única que não mudará jamais!


AMO-TE MUITO

8 comentários:

kakauzinha disse...

No fundo ninguém "parte" de nós, há apenas a separação física.

As almas continuam ligadas... até que um dia seja a nossa vez e, acredito, quero acreditar, preciso de acreditar, voltaremos a ver os rostos amados.

Beijinho grande(*)

lu maga disse...

Fecha os olhos e deixa-te fluir...Entra em sintonia com a respiração do universo...Deixa-te transportar até à zona, onde vida e morte são uma só coisa...Já o experimentaste em sonhos...O tempo é uma ilusão que só nos amarra a alma!Sofrer um efeito secundário de viver!A solução é mesmo amar e isso tu fazes com a alma toda!
Deixa-te amar pelo Amor...
Um beijo leãozinho!

Um Momento disse...

Hoje apenas te sorrio...
Mergulhei nas uas palavras e não me apetece dizer nada...
apenas sentir...
Shhhhhhhh

(*)

kakauzinha disse...

Desde criança que aprendi a sofrer também as dores alheias e a não fazer a pergunta "porquê a mim?" mas sim "porque não a mim?".

Ler-te faz-me sentir que estou no caminho certo, com muita humildade, abraçando as tuas recordações e aprendendo mais ainda com a tua coragem.

Beijinho(*)

Dr Mendez (AKA Nitrosferatu) disse...

A eternidade é assim mesmo, a cada momento, toque, cheiro gargalhada ou olhar que fica para sempre gravado no nosso ser. Aquilo que viveste e transportas contigo faz de ti a pessoa que és e fez com que crescesses mais ainda. O que partilhas com os que te rodeiam faz com a tua memória, ainda que abstracta, se perpetue por uma infinidade de almas e seres que de ti acolhem o que aprendeste e viveste.
Porque pensas assim, porque sentes assim, fazes-te eterno e a todos aqueles que tiveram o prazer de cruzar a sua vida com a tua.

D.M.

Suave Toque disse...

Fui percorrendo o mundo dos blogs e cheguei aqui, não sei como. Gostei muito do que aqui li e ouvi.
Não tenho palavras...

júlia disse...

Parabéns. Não é fácil descrever em meras palavras sentimentos tão fortes, com a beleza e força que transmites.
Neste mar revolto o farol que te ilumina é uma benção.
Felicidades, espero voltar a este porto.

SunRise disse...

As lagrimas correm pelo meu rosto..
Como é bom amar assim, Como é magnifico ser assim amado.

Beijos Doces