quinta-feira, junho 04, 2009

Corda bamba!

...caminho confiante no arame estendido por cima do ar frio e agreste que sopra junto ao solo onde as almas rastejantes habitam.
Subo num passo certeiro o cabo que me liga a ti.
Olho-te e equilibro-me.
Aproveito os teus sopros para me inspirar.
O ar que de ti me lembra motiva o meu caminho.
A brisa que de ti me lembra trás a saudade que faz contrapeso.
Umas vezes rápido e outras menos sôfrego caminho pé ante pé.
Sei que "lá" chegarei e sei que por muitas vezes que caia sempre terei sempre a força para me voltar a montar nesse fio condutor e prosseguir neste caminho que só é perigoso para quem não sabe que no circo da vida o perigo está na falta de coragem para iniciar o caminho e calcar o fio que nos une a quem mais amamos...
Porque não dizê-lo?
Porque não senti-lo?
Porque não assumir o risco do fio por cima do nosso inevitável abismo?
Porque não sermos nós próprios e confiarmos nos nossos pés e no nosso equilibrio?
Porque não sorrir quando com pavor enfrentámos o trapézio?...
AMO-TE PRINCESA!!!

2 comentários:

moonlover disse...

Lindo

e profundo!!!

um beijo,

moon

lu maga disse...

Rir é correr o risco de parecer louco;

Chorar é correr o risco de parecer sentimental;

Procurar os outros é expor-se a complicações

Revelar os seus sentimentos é correr o risco de mostrar a sua verdadeira natureza;

Manifestar as suas ideias, os seus sonhos diante dos outros, é correr o risco de os perder;

Amar é correr o risco de não ser amado em troca;

Esperar é correr o risco do desespero;

Experimentar (tentar) é correr o risco do fracasso.

Mas é preciso correr riscos, porque nada arriscar é mais arriscado.

Aquele que não arrisca nada, nada faz, nada é.

Pode evitar o sofrimento e a tristeza

Mas não pode aprender o verdadeiro sentido dos sentimentos, da renovação, da sublimação, do amor da vida.

Acorrentado às suas certezas, é escravo, abandonou a liberdade.
Só aquele que arrisca e se arrisca é livre….

Albert Coccoz, guia de montanha,

Desaparecido numa avalancha com a sua mulher e outras sete pessoas.

Beijo da mana que tb está habituada a andar na corda bamba...
http://profsou.blogspot.com/